Para adquirir um novo imóvel, você precisa levar em consideração várias questões como localização, formas de pagamento e, principalmente entender todas as taxas que serão aplicadas em todo o processo de compra. Se você pretende comprar esse imóvel na planta, entender o que é e como funciona o INCC é fundamental para a sua organização financeira.

Mas, o que é o INCC?

O INCC é o Índice Nacional de Custos da Construção, que é uma taxa cobrada enquanto o empreendimento estiver em obra. Essa tarifa foi criada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) com o propósito de checar os custos dos materiais de construção usados para a obra. Como esse custo é variável, consequentemente essa taxa será variável. Mensalmente, o valor do INCC é divulgado pela FGV com base na checagem atual.

O imóvel é comprado por um determinado valor, mas é importante que se tenha em mente que ao final de tudo esse valor sofrerá alteração por causa dessas taxas. O valor do INCC é calculado todo mês e é aplicável em cima do saldo devedor e diretamente nas parcerlas. Esse ajuste mensal é necessário para que as construtoras possam continuar com a obra, seguindo a mesma qualidade do início.

“O INCC é justamente para medir o aumento dos custos dos materiais usados na construção civil. E as parcelas são reajustadas mensalmente, conforme esses valores, para manter o equilíbrio do mercado. Imagina que você faz o orçamento de um prédio em 2021 e a entrega é em 2024, no decorrer dos anos os materiais vão sofrendo reajustes. Por isso, a FGV criou essa taxa, para que as construtoras possam ter capacidade de executar a obra de acordo com o mercado atual”, explica o nosso Gerente Comercial, Henrique Albano.

Para explicar ainda melhor, vamos te dá um exemplo de reajuste da parcela com base no valor mensal do INCC:

Valor do imóvel: R$ 300 mil

Entrada: R$ 20 mil

Saldo devedor: R$ 280 mil

Quantidade de parcelas: 400

Valor da parcela: R$ 700,00

INCC: 0,38%

Valor do mês: RS 700 + 0,38% = R$ 702,66

Ou seja, é somado o valor da parcela mais o valor da taxa INCC em formato decimal. O resultado será o custo do mês. Já no mês seguinte, se o reajuste for 0,42, a próxima parcela ficaria R$ 705,61 (702,66 + 0,42%).

Por isso, se você quer adquirir um novo lar é importante dar atenção para essas taxas e tirar todas as dúvidas junto às construtoras. Dessa forma, será possível se organizar financeiramente e seguir com a compra de forma segura.